A seleção IRCA tem uma tradição de quase 100 anos (desde 1916).

Nosso principal objetivo é a Eficiência na Produção de Carne a Pasto, logo consideramos de grande importância as características funcionais:
• fertilidade,
• eficiência alimentar (selecionando biótipos eficientes e precoces)
• longevidade produtiva,
• facilidade de partos (tamanho adulto moderado)
• rusticidade (descartamos animais menos saudáveis).

No Brasil, somos o primeiro programa de melhoramento da raça nelore a utilizar a ultrassonografia como suporte para a seleção de características de carcaça, calculando as DEPs  nas avaliações genéticas.

Novilhas prenhes, que serão avaliadas quanto à habilidade maternal para serem credenciadas a fazer parte do plantel na reposição das matrizes anualmente descartadas.

Novilhas prenhes, que serão avaliadas quanto à habilidade maternal para serem credenciadas a fazerem parte do plantel na reposição das matrizes anualmente descartadas.

Avaliamos e selecionamos

• A fertilidade de nossas matrizes: para obter mais bezerros nascidos com o mesmo número de vacas do plantel,
• A habilidade maternal: para colher mais quilos de bezerro desmamados em cada safra anual.
• Priorizando animais mais eficientes na terminação de carcaças a pasto estamos indiretamente selecionando melhor eficiência alimentar.
• Valorizamos matrizes que se mantêm produtivas a pasto por 12 a 15 partos com bons pesos a desmama (Longevidade Produtiva).
• Com metas desafiadoras de produtividade a pasto, animais de tamanho adulto elevado são naturalmente descartados por não atingirem às expectativas.
• Todo animal que necessita de assistência veterinária para sobreviver são descartados impiedosamente.

Valorizamos a Precocidade Sexual de nossos reprodutores, com o objetivo:

  • aumentar o desfrute e
  • encurtar os intervalos entre as gerações selecionadas.

Em 2004, introduzimos pioneiramente na avaliação genética a ultra-sonografia na captação das imagens:

  • Área de olho de lombo (AOL),
  • Espessura de gordura subcutânea (EGS) e
  • Espessura de gordura na ponta da picanha (EGP8).

Este procedimento possibilita uma melhor precisão:

  • Na avaliação do rendimento de carcaça quente e de desossa.
  • Na identificação dos animais com precocidade para acumular 3-6 mm de acabamento a pasto, possibilitando seu abate com menos tempo de engorda.
Garrotes IRCA - sobreano, demonstrando acabamento precoce de suas carcaças.

Garrotes IRCA - sobreano, demonstrando acabamento precoce de suas carcaças.

A seleção IRCA, considera dois pontos muito importantes:

  • Agregar valor ao bezerro no momento da desmama. Um bezerro saudável e pesado ao desmame é o primeiro passo para o abate de um animal jovem.
  • Proporcionar o abate dos animais aos 22-27 meses num sistema de produção totalmente a pasto:
    • Com alta qualidade de carne e bom peso,
    • Com excelente conformação (carcaças convexas) e
    • Cobertura de gordura adequada para proteção da carcaça no resfriamento,
    • Satisfazendo aos mais exigentes mercados atendidos pelo Brasil atualmente.

Nossa seleção tem como base à produção de uma genética que supere a expectativa das fazendas que produz seus animais, quase que exclusivamente a pasto.

Acreditamos que nenhum outro sistema de produção é mais adequado para o Brasil hoje, permitindo a produção de carne segura, saudável, com respeito ao meio ambiente e elevadíssima eficiência econômica.

Avaliações Visuais – através de notas, descreve-se o animal em relação ao TIPO ideal para produção de carne.

Quatro características são avaliadas num sistema de cinco pontos:

  • Três dessas características, as notas refletem o grau de aproximação, ao seu ideal numa ordem crescente de 1 a 5, são elas,
    • (C)-Conformação Frigorífica,
    • (P)-Precocidade e
    • (M)-Musculosidade.
  • A quarta característica (U)-Umbigo as notas refletem o tamanho deste, isto é, a nota 5 reflete o animal com o umbigo excessivamente penduloso, e a nota 1 excessivamente curto, as notas intermediárias refletem a variação de um extremo a outro.

Mais três características, atendendo ao padrão da ABCZ, são avaliadas num sistema de quatro pontos (1 a 4), refletindo cada ponto 25% do ideal, são elas:

  • (R)-Racial,
  • (A)-Aprumos e
  • (S)-Características Sexuais.

Os reprodutores selecionados refletem todo rigor de uma avaliação cuidadosa, num grupo de aproximadamente 400 animais contemporâneos de idade semelhantes, machos e fêmeas, onde por vários filtros seletivos procuramos agregar a melhor genética disponível de todo nosso plantel.

Além do uso de touros provados IRCA, uma proporção significativa das fêmeas em reprodução são acasaladas:

  • Com touros jovens IRCA (que consideramos o futuro do nosso rebanho) e
  • Com touros de outras linhagens desde que os mesmos sejam comprovadamente superiores geneticamente para as características de interesse econômico do nosso programa.

Com esta política do uso de reprodutores jovens temos conseguido:

  • Reduzir o intervalo de gerações e, conseqüentemente,
  • Aumentar o progresso genético;
  • Destacar novos talentos que terão uma contribuição efetiva para o melhoramento da raça.

IRCA – O Nelore Carne.