Quando tudo parecia um “céu de brigadeiro” as incertezas afloraram de todos os cantos: risco soberano, alavancagem bancaria européia, volatilidade de valores das ações e moedas, crise política.

Com custos de produção cada vez maiores, os preços pagos pela arroba do boi gordo ainda que elevados, não garantem os lucros.

Gestores mais do que nunca precisam de insights para aconselhar os produtores a permanecerem no negócio e animar outros mais jovens a entrarem no negócio.

O maior desafio para a pecuária e agricultura será identificar oportunidades para que as próximas gerações assumam a tarefa de alimentar o mundo.

A produção agrícola é uma grande vocação, mas temos que ser diligentes em nossos processos e olhar para o futuro vendo a aprovação de um código florestal coerente com nossa realidade de país celeiro do mundo, leis tributárias adequadas ao desenvolvimento.

O conhecimento dos custos de produção leva a expectativa das margens de lucro.

Elaborar um plano, conhecer os riscos e tirar proveito de oportunidades geradas a partir da criatividade no realinhamento de formas tradicionais no modo como operamos o negócio na produção de carne.

A banalização da palavra vem gerando dúvidas em muitos profissionais sobre a real “estratégia” da empresa.

Estratégia é a definição de como recursos serão alocados para se atingir determinado objetivo. Usada originalmente na área militar, esta palavra hoje é bastante usada na área de negócios.

A estratégia começa com uma visão de futuro e implica na definição clara de seu campo de atuação, na habilidade de previsão de possíveis reações às ações empreendidas e no direcionamento que a levará ao crescimento.

Procure responder: qual a estratégia de produção que sua empresa visualiza. Numa era turbulenta, o único trunfo confiável é a capacidade de antecipar as circunstâncias e reinventar o modelo de negócios

Precisamos adquirir resiliência estratégica, e esta não é fácil.  Resiliência estratégica não é reagir a uma crise isolada. Não é se recuperar de um revés. É antes, a capacidade de se antecipar – e se ajustar – continuamente a profundas tendências seculares capazes de abalar de forma permanente a força geradora de lucros de um negócio.

Resiliência é a capacidade de mudar antes que a necessidade de mudança se torne imperativa.

Para prosperar em tempos turbulentos, a empresa deve ser, na renovação, tão eficaz quanto o é na produção de bens e na oferta de serviços.

Precisamos de ânimo na pecuária de produção, o que pode significar adotar formas não tradicionais, sendo criativo e construindo novas maneiras de operar assimiladas com as lições que você aprendeu ao longo dos anos.

Qual é o melhor conselho que você daria a um jovem iniciante na pecuária?